Mas Todos os Aparelhos Ortodônticos não s​ão iguais?

 

Convencional vs DamonQ

 

Braquete Convencional vs DamonQVocê deve conhecer o tratamento ortodôntico convencional como um processo onde você leva 2, 3, 4 ou mais anos de tratamento. Durante todos estes anos, você tem de ir pelo menos 1 vez ao mês para que o ortodontista faça os ajustes necessários e troque os arcos do seu aparelho. Um dos processos mais detestados deste tipo de tratamento são as bandas: anéis metálicos que são colocados nos dentes molares (os últimos de trás na boca) e que além de desconfortáveis, acumulam muito alimento e inflamam a gengiva. As visitas são acompanhadas de um período de alguns dias onde os dentes ficam extremamente sensíveis pelo ajuste.

Mas o processo hoje pode ser diferente

Que tal um tratamento onde você não precise ir todos os meses ao ortodontista? Em determinadas fases você pode espaçar suas consultas em 6, 8 ou 10 semanas. E o melhor: sem que o aparelho deixe de funcionar.

De acordo com um estudo do Dr. Tagawa em 50 dos seus primeiros tratamentos iniciados com Damon, ele percebeu que o tempo de tratamento médio com Damon foi de 20,3 meses. Uma redução de mais de cerca de 25% em comparação ao tratamento convencional de última geração que ele utilizava. Em conversas como ortodontistas do Brasil, o tempo médio fica acima de 36 meses de tratamento. Ou seja, no Brasil este tratamento significaria uma redução de mais de 40% no tempo.

Além disto, o Dr Tagawa percebeu que o alinhamento inicial dos casos com Damon acontecia em cerce de 3,2 meses, uma redução de quase 50% comparado com o sistema convencional.

O mais interessante: os tratamentos com Damon necessitavam de uma média de 16,2 visitas, uma redução de quase 50% com relação aos tratamentos anteriores. Compare com as cerca de 40 visitas que um tratamento convencional necessita no Brasil. Por isto que o tratamento com Damon consegue ser muito mais rápido e eficiente.

Hoje, mais do que nunca, o tempo é o ativo mais valorizado pelas pessoas. Imagine poder ser tratado em 16 visitas, 20 meses, e com um grau de conforto muito maior que no convencional.

Conforto? Sim! Em pesquisa com seus clientes, o Dr. Tagawa percebeu que os pacientes com Damon relatavam um grau de desconforto 70% menor!!!

E o melhor do tudo. Resultados Excepcionais. Avaliando seus casos, os resultados chegavam a um score de incríveis 3,6 de um total de 4 (avaliação com parâmetro usados pelo BOARD americano de ortodontia).

Em Resumo: Não mesmo! O tratamento ortodôntico mudou drasticamente nos últimos anos, e, agora, possuímos mais opções do que nunca. O aparelho tradicional tem diversos benefícios, mas será que é a melhor opção para você? Fale com seu ortodontista ou um dos Damon Doctors credenciados, ele irá recomendar o sistema que melhor pode lhe ajudar a alcançar seu objetivo.

 

 

FIGURA 2. ESTUDO COMPARATIVO DR TAGAWA

Damon Sistem 66 casos X Brackets Convencionais 66 casosMédia
convencional
Média
Damon
Mudanças
Numérica.
Mudanças
porcentual %
A. Tempo Total de Tratamento (meses)27.5  20,3   7.2  26.2
B. Número de Consultas3116.314.847,7
C. Intervalo entre Consultas (semansas)4-66-8--
D. Tempo de Alinhamento (meses)63.2-2.8-46.7
E. Desconforto do Paciente ( 0=baixo, 10=alto)

4

1,3-2,7-67.5

De acordo com o Dr. Tagawa, os objetivos do estudo foram o de comparar certos indicadores chave de tratamento com o Sistema Damon e o sistema convencional. O estudo contou com 66 casos tratados consecutivamente com o Sistema Damon (meus primeiros 66) e 66 pacientes consecutivos tratados com o sistema convencional.

A. TEMPO DE TRATAMENTO TOTAL. Definido como o tempo entre colagem inicial até o dia da remoção do aparelho.

O tempo total de tratamento com o Sistema Damon foi em média 7,2 meses mais curto que os pacientes tratados com o Sistema Convencional. O Sistema Damon levou em média 20,3 meses, versus 27,5 do Sistema Convencional, uma diferença de 26,2% (fig.3). 8 anos depois, com maior confiança e conhecimento no Sistema Damon, melhorias no design e uma maior disponibilidade de ferramentas a minha disposição, não apenas consegui melhorar ainda mais meu tempo de tratamento, como a quantidade de casos com extração diminuiu ainda mais. Por causa da adaptação transversal posterior do arco alcançada com o Sistema Damon, pacientes que tinham arcos desalinhados e que eram tratados com extração agora tem
maior possibilidade de manter todos os dentes.

 

B. NUMERO DE CONSULTAS. Definido como todas as visitas a partir da colagem até a remoção do aparelho, incluindo emergências.

Pacientes tratados com o Sistema Damon necessitam em média de 14,8 menos visitas que os tratados com o Sistema Convencional. Os casos com o Sistema Damon requerem uma média de 16,2 consultas versus 31 dos casos tratados com o Sistema Convencional ligado com amarrilho, uma diferença de 47,7%. Ao incorpor protocolos de tratamento específicos para o sistema auto-ligado passivo e agendamento corretos, estamos conseguimos reduzir ainda mais nosso numero de visitas, sem sacrificar a nossa qualidade de tratamento ou serviço aos nossos clientes. Alguns dos protocolos que achei mais importantes para ajudar a eliminação da quantidade de consultas foram:
- educar nossos pacientes a eliminar consultas que não sejam verdadeiras emergências (como arcos que pinicam na região posterior, por exemplo)
- colagem dos segundos molares superiores e inferiores na consulta de colagem dos brackets.
- usar .013 ou .014 Copper Ni-Ti para nivelamento inicial.
- Tomar uma radiografia panorâmica depois do último arco Copper Ni-Ti para reposicionar os brackets conforme necessidade, antes de ir para os arcos de aço inoxidável.

 

C. INTERVALO ENTRE VISITAS. Definido como o numero de semanas entre as consultas agendadas regularmente.

Quando comecei a conduzir o estudo, eu agendava visitas a cada 4 a 6 semanas para ambos os sistemas. Mas conforme o estudo continuava, eu aumentei o intervalo
entre as visitas dos casos com o Sistema Damon para 6 a 8 semanas. Hoje, com a baixa fricção inerente ao Sistema Damon, que permite a continua ativação dos arcos super elásticos, permitem que agendemos visitas a cada 10 semanas rotineiramente. De fato, estou considerando aumentar o intervalo para 12 semanas como vários dos meus colegas que usam Damon estão fazendo. Ao combinar o Sistema Damon com o agendamento correto, o consultório se torna muito mais eficiente, administrável e produtiva, e com redução do stress geral. Comparativamente com os anos que usei o Sistema Convencional de brackets, meu pessoal e eu:
- vemos 38% menos pacientes por dia, o que faz com que o agendamento seja muito mais conveniente para todos...

Leia na integra clicando no botão abaixo

 

 

BAIXE A CONCLUSÃO COMPLETA EM PDF

Ortodontia: De Bom para Excelente

0 Comments