Quando converso com meus clientes sobre gestão de consultório, percebo que o planejamento e acompanhamento de indicadores de desempenho para clínicas odontológicas ainda é pouco difundido pela a área.

Seja para acompanhar o lançamento de suas estratégias de marketing ou para controlar quais são suas maiores fontes de novos cliente, não controlar os indicadores é um grande erro! Isso porque os indicadores podem auxiliar muito na gestão de uma clínica odontológica, já que permitem identificar pontos de sucesso e de melhoria. Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe o artigo!

O que são os indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho ou KPIs (Key Performance Indicator) são ferramentas de gestão que servem para mensurar o resultado de ações e estratégias. A partir de dados, esses indicadores possibilitam identificar o que está funcionando em sua clínica odontológica e o que não, e que precisa ser ajustado.

A satisfação de seus pacientes, por exemplo, é um indicador de desempenho. Para levantar esses dados, você pode realizar pesquisas de satisfação nas salas de espera ou enviar avaliações por e-mail ou mensagem.

O que seria um bom indicador para gestão e estratégia de crescimento?

Para ser útil, o KPI precisa ser relevante para o seu objetivo. Se você quer melhorar a taxa de crescimento da sua clínica, por exemplo, acompanhe o número de novos clientes e a fonte de indicações.

Para te ajudar, listei alguns indicadores voltados para gestão estratégica de crescimento do consultório que vale a pena acompanhar:

  • taxa de conversão (quantos pacientes fecham o seu orçamento x quantos você perde);
  • retenção de pacientes (seus pacientes voltam todos os anos?);
  • quantidade de novos clientes por ano;
  • principais fontes de atração de novos clientes (como indicações ou de estratégias de marketing);
  • estratégias com maior taxa de conversão;
  • quantidade de indicação feita por clientes x parceiros profissionais.

Dica prática de planejamento de KPIs na odontologia

Cerca de 80% a 90% dos clientes de um consultório vem de indicação dos próprios pacientes da clínica ou de parceiros profissionais.

Por isso, ter um programa de indicação pode ser uma excelente estratégia de crescimento para seu negócio. Você pode oferecer descontos em tratamentos ou serviços gratuitos (como, por exemplo limpeza, clareamento ou outros) para clientes indicados por certos parceiros como estratégia de fortalecimento da parceria profissional.

Mas não é só isso! Você precisa mapear essas informações e identificar quem indicou o novo paciente a partir do primeiro contato. Desta forma, fica mais fácil descobrir quais ações do programa de indicação foram assertivas.

Nesse cenário, eu recomendo que a sua assistente seja instruída a sempre marcar na ficha de atendimento qual foi a fonte de chegada de cada paciente ou se for de indicação, quem foi o parceiro ou paciente.

Benefícios dos indicadores de desempenho

Os dentistas que acompanham indicadores de desempenho possuem maior controle na gestão de seus consultórios e aumentam as possibilidades de sucesso de seu negócio. Portanto, dentre as vantagens de realizar esse acompanhamento estão:

  • captação e análise de informações cruciais para uma gestão de consultório eficiente;
  • otimização de estratégias de crescimento;
  • tomadas de decisões mais assertivas;
  • possibilidade de realizar o acompanhamento das metas;
  • promoção da organização do processo corporativo;
  • melhora a satisfação do cliente e também da equipe.

O conteúdo do artigo foi útil para você? Deixe seu comentário! Aproveite também para conferir outras dicas no blog do Meu Ortodontista.