Quais Indicadores de Desempenho São Importantes para Controlar o Crescimento da Sua Clínica?

Quando converso com meus clientes sobre gestão de consultório, percebo que o planejamento e acompanhamento de indicadores de desempenho para clínicas odontológicas ainda é pouco difundido pela a área. Seja para acompanhar o lançamento de suas estratégias de marketing ou para controlar quais são suas maiores fontes de novos cliente, não controlar os indicadores é um grande erro! Isso porque os indicadores podem auxiliar muito na gestão de uma clínica odontológica, já que permitem identificar pontos de sucesso e de melhoria. Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe o artigo! O que são os indicadores de desempenho? Os indicadores de desempenho ou KPIs (Key Performance Indicator) são ferramentas de gestão que servem para mensurar o resultado de ações e estratégias. A partir de dados, esses indicadores possibilitam identificar o que está funcionando em sua clínica odontológica e o que não, e que precisa ser ajustado. A satisfação de seus pacientes, por exemplo, é um indicador de desempenho. Para levantar esses dados, você pode realizar pesquisas de satisfação nas salas de espera ou enviar avaliações por e-mail ou mensagem. O que seria um bom indicador para gestão e estratégia de crescimento? Para ser útil, o KPI precisa ser relevante para o seu objetivo. Se você quer melhorar a taxa de crescimento da sua clínica, por exemplo, acompanhe o número de novos

Leia na Integra

;

Técnicas de Vendas para Trabalhar com Preço Fechado em Sua Clínica

Saber como trabalhar com técnicas de vendas em seu consultório é crucial para gerar lucratividade e aumentar a percepção de valor agregado do seu trabalho. Entretanto, antes de determinar valores e modalidade de financiamento para seus tratamentos, é preciso seguir algumas dicas que tornam esse processo mais fácil. No artigo de hoje, você vai aprender como trabalhar com preço fechado em seu consultório, além de conhecer as vantagens de optar por esse método de cobrança. Vamos lá? O que é preço fechado? Em primeiro lugar, o que não é preço fechado: quando você cobra sem definir valor ou prazo para terminar de pagar. Por exemplo, se eu cobro mensalidade até o tratamento terminar, o que pode ocorrer em dois, três, quatro, cinco anos e assim por diante, eu estou cobrando pelo tempo investido em finalizar o tratamento. O conceito de preço fechado é quando eu defino para meu paciente o quanto o tratamento vai custar no total e forma de pagamento desde o início. Para determinar esse preço, você deve considerar três fatores: calcular o custo do seu negócio: adicionar custo variável (de materiais e EPIs por atendimento, por exemplo) e custos operacionais (custo da sua hora clínica e da sua hora técnica); analisar o mercado: ter um parâmetro de quanto seus concorrentes cobram em seu segmento de atuação. analisar

Leia na Integra

;